Tutoriais

Compilando Kernel 2.6.38 com Ubuntu 10.10

Com o recente lançamento do Kernel Linux 2.6.38,  que inclui o famoso patch maravilha (melhoria de desempenho em 60x !?) e muitas outras melhorias (7600?), resolvi escrever o procedimento para a compilação deste kernel utilizando o Ubuntu 10.10. E como quase tudo no Ubuntu é muito simples, a compilação do kernel também não será diferente.

Então mãos a obra.

Primeiramente é preciso baixar o Kernel, e isso pode ser feito aqui http://www.kernel.org

Depois abra o terminal ( ALT+F2 ) e para entrar como root digite:

# sudo su

Vamos precisar de alguns pacotes para compilação do kernel e para visualição gráfica do menu de configurações (em Qt)
Para instala-los:

# apt-get install build-essential bin86 kernel-package libqt3-headers libqt3-mt-dev qt3-dev-tools

Agora vá a pasta onde baixou o source do kernel, que no meu caso é a pasta Downloads:

# cd Downloads/

Mova-o para /usr/src, para isso digite:

# cp linux-2.6.38.tar.bz2 /usr/src

Acesse essa mesma pasta:

# cd /usr/src

e descompacte o arquivo:

# tar jxvf linux-2.6.38.tar.bz2

depois entre na pasta criada:

# cd linux-2.6.38

Vamos importar configurações do kernel que esta utilizando para configurar o que iremos compilar

# cp /boot/config-`uname -r` .config
Obs.: A intenção aqui é que o comando fique parecido com isso “sudo cp /boot/config-2.6.35-28-generic .config“, onde o número da versão será a que você estiver usando no momento.

Abra o menu de configurações do Kernel.
Obs.: Se você não entender muito bem no que está mexendo, sugiro que não mexa, pelo menos não muito 🙂

# make xconfig

Se esse comando não abrir uma janela, pode estar faltando algum pacote para rodar o Qt3, mas não se preocupe, você pode abrir o menu de configuração direto pelo terminal com o comando:

# make menuconfig

Em “Processor type and features” -> “Processor family” escolha o modelo do seu processador.

Em “Kernel hacking” desmarque a opção “Kernel debugging”

Podemos ainda pelo menu de configurações do kernel, desmarcar vários tipos de suporte relacionados ao hardware que seu pc tenha ou não tenha. Se não tiver, seria bom desativar, mas não é algo necessário.

Após salvas as modificações, basta fechar o menu.

Agora compilaremos o kernel, e esse passo vai demorar, dependendo do pc pode demorar muito (várias horas!).

# make

Após a compilação é preciso instalá-lo, para isso:

# make modules_install

e depois:

# make install

Agora para o sistema iniciar com o novo kernel precisamos criar um initrd:

# update-initramfs -k 2.6.38 -u

Atualize o grub:

# update-grub

Pronto agora é só reiniciar (comando reboot) que o novo kernel aparecerá na lista de inicialização do Grub.

Com o sistema inicializado, para verificar a versão do kernel basta ir ao terminal e digitar:

# uname -a

Que no meu caso retornou “Linux brenno-laptop 2.6.38 #1 SMP Wed Mar 16 16:00:12 BRT 2011 x86_64 GNU/Linux

Pronto, kernel novinho instalado!

Padrão